14 de dezembro de 2005

Hard to explain

Escrevo o terceiro post deste blog com o único intuito de me (te) (se) perguntar o que é o amor.
Existem, é claro, muitos tipos de amor. Tem amor companheiro, protetor, possessivo, ciumento, doentio, fanático, de admiração, e tantos outros que sou incapaz de descrever ou nomear. Cada um é diferente, é único e traz sensações tão deliciosas (ou não) e diversas que, pra mim, não cabem em uma só palavra.
Pra ampliar ainda mais a confusão, o que é amor platônico? Nunca ninguém o descreveu muito bem, porém é tão comum a gente sentir. Dizem que é só paixão; não deixa de ser amor; mas ô coisa mais ingrata, humilhante e desigual. É lá possível amar tanto alguém que você nem conhece? Que ridículo se apaixonar por orelhas, cabelos, mãos e trejeitos, vazio. ridículo... mas inexplicavelmente gostoso.

1 Comments:

At 2:33 PM, Blogger Paulo Galvez said...

Ahá. Você voltou...

 

Postar um comentário

<< Home