15 de abril de 2008

Meu perfeito Frank

Tenho uma tendência de achar nas pessoas fragmentos ideais. Tais como o par de all star que vai perfeitamente com as calças cor-de-rosa, da garota que trabalhava nos alpes japoneses. Ou as sombrancelhas arcadas que levantam no ritmo da empolgação do rapaz. Homem, ou mulher, tanto faz. Os fragmentos me encantam de tal maneira que desenvolvo um carinho por eles.
Imagino que um dia eu seja capaz de criar mentalmente um perfeito Frankenstein.

1 Comments:

At 6:43 PM, Blogger Paulo Galvez said...

Acho que nunca vi as pessoas sob essa perspectiva. Talvez seja o caminho, hehe...

 

Postar um comentário

<< Home