7 de janeiro de 2008

200...8

Eu sei que o ano começou já faz uma semana, e que portanto estou atrasada ao fazer somente agora reflexões sobre o ano que passou. Todo mundo faz isso no último dia do ano, ou se muito no primeiro dia do novo ano. Mas confesso que naqueles dias não estava muito inspirada para ficar refletindo.Mas hoje, ao ler o jornal, bati os olhos em algumas palavras que expressam bem o que eu sinto nesse momento de troca de ano. Um colunista da Folha (Gilberto Dimenstein) dizia que em 2008 ele teme sentir saudades de 2007. Pois é, eu também. 2007 foi um ano bom, tanto na mais profunda individualidade do meu ser, quanto, acredito eu, para o Brasil, de modo geral, em relação à economia estável, maior poder de consumo, coisa e tal. E as duas esferas se conjugam e me fazem pensar em 2007 como um ano feliz. O mais feliz dos últimos tempos. Apesar de eu não ter viajado para bem longe, desejo eterno e constante.
Além de tudo, 2007 é um número bonito. Mais bonito que 2008. Pois eu gosto do número 7.
E para 2008 eu desejo fazer as mesmas coisas que fiz em 2007. Mesmo que isso não seja possível, pois algumas coisas certamente irão mudar, querendo ou não. E como boa otimista, espero que as tais coisas mudem para melhor.

Em 2008 eu quero:
- continuar vendo todo mundo que vi em 2007
- trabalhar na mesma área que estou trabalhando
- estudar
- viajar num raio maior que 5000 km
- ouvir mais música
- ser menos estressada e ter mais paciência
- ver mais sentido na vida
- que minha coluna não vá para o saco
- ter mais memória que em 2007
- e muito mais... haha

4 Comments:

At 10:50 AM, Blogger Paula Oliveira said...

Eeeee!!! Que vc tenha tudo isso e muito mais!!!

hehe, eu gosto do número 8, o oito é o símbolo do infinito, tomara que as coisas boas sejam infinitas xD

Feliz Ano Novo!

Bjoo!

 
At 5:45 PM, Blogger Paulo Galvez said...

Pois eu quero lembrar de 2007 só do meio do ano pra cá.

 
At 12:46 PM, Anonymous CresceNet said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

 
At 7:44 PM, Blogger Fernanda Tsuji said...

Assisti Não por acaso...precisamos comentar!!!

 

Postar um comentário

<< Home