21 de fevereiro de 2006

Voo Noturno

Maquina de café expresso italiano com inumeros sabores, caixa de cha, tropical, preto, hortela, ar condicionado, teclado egonomico, ambiente asseptico,
no casarão histórico na Vila Mariana, meu bairro preferido desde a infancia. Assim, da noite pro dia, minha vida mudou.
A direção dos ventos... O tempo em si.
Como se um anjo doido viesse ate mim, me pegasse pela mao, e dissesse: venha!, vamos dar uma volta no outro lado da cidade e assim, me jogasse quase no parque do Ibirapuera. Para quem ja estava quase se acostumando com o tumulto da Se, aqui eh uma casa de repouso, um bairro intocado pela viril populacao paulistana. Nao sei se eh bom, mas eh o que estou vivendo no momento. Metade aqui, metade ali. Aproveito para ver as tipicas paisagens paulistanas, e curti-las como nunca antes.

4 Comments:

At 6:44 PM, Anonymous  said...

Hein? Como assim? Nosa...acho que temos muito o que conversar...

 
At 9:56 PM, Anonymous mk_689 said...

nossa, palavras tilintantes!!!!
ahhaha
fiquei feliz pelas novas oportunidades que esta vivendo..
ahn, by the way.. i´m back, baby,.. no mundo fotologistico!!!
bjocas

 
At 10:01 AM, Anonymous prika said...

emprego novo? falou grego agora.
mudei de fotolog. /9songs

 
At 12:52 PM, Blogger Paulo Galvez said...

Conheço pouquíssimo São Paulo. Mas acho que, se vivesse aí, gostaria de viver mesmo na Vila Mariana. (Não, não estou deixando Goiânia por agora. Agora que já escrevi, vi que deu mesmo essa impressão).

 

Postar um comentário

<< Home