13 de dezembro de 2010

Budapeste feelings

Saudades de ser estrangeira, de tomar um café e um ar de fora, e sentir aquela esquisitice no estômago, aquela sensação de que tudo está fora do lugar, mas numa sincronia perfeita com a sua.
Saudades de flanar por ruas de mão inglesa, passar por bicicletas japonesas, e se assustar a cada esquina.
Quem mandou viajar e conhecer parte do mundo. Parece um vírus que entra no corpo e não sai mais.
O estranho na verdade me conforta. E o velho me dá coceira na cadeira.

Marcadores:

1 Comments:

At 6:37 PM, Blogger Paulo Galvez said...

Putz, eu acho que você conseguiu descrever perfeitamente essa sensação esquisita que eu já senti sem sair do lugar e espero sentir novamente desse jeitinho aí, num lugar qualquer.

 

Postar um comentário

<< Home