20 de julho de 2006

Where the Heart is

From : Ale CIA HAHAHA gherkineater@hotmail.com
Sent : Wednesday, July 19, 2006 9:16 AM
To : la_nimrod@hotmail.com
Subject : RE: My Baby boy

Inbox

Hey Larissa!
That's a good picture. You and your boyfriend make a cute couple! How long have you been together? Things are going very well for me so far. Breckyn is a good baby. He doesn't cry very much. He actually only cries when he's hungry or his diaper is dirty. So far, either feeding him or changing him has made him happy everytime. Both of my boys are sleeping right now. Kailean and Breckyn. :) It's so weird. I have a family! It's awesome. Yeah, Delana stopped by. She rubbed the swelling out of my feet, and did my laundry. She's really good with babies! She says hi! Well, I'm going to go order some CDs. I'll talk to you soon!
Alecia

...







If life is not this, so what is it?
Não é a minha vida no momento, se dedicar a maternidade, mas é vida, genuinamente. Vejo a maternidade hoje, mesmo aquela quase adolescente, com outros olhos.
Alguns anos depois e tudo mudou, mas ainda há muito amor, entre os as pessoas do Missouri, que um dia conheci. Me lembro de ver esse filme lá(Where the heart is, que nunca chegou no Brasil, talvez por se tratar de uma história tipicamente americana, wal-marts e tal...) com uma amiga muito boa. Tão boa que por fora tinha cara de forte e má, que era para a maioria das pessoas não saberem e assim não se aproximarem, mas por dentro era a melhor mulher que eu poderia conhecer. E logo pensei, ela é como aquelas mulheres do filme. Quase uma metalinguagem, eu do lado dela e a vendo na telona. Hoje a vejo mais ainda como aquelas mulheres do filme, forte, linda, importante para esse mundo, para quem a conhece. Apenas para estar lá quando se precisa lavar suas roupas, e para fazer massagens no seu pé.

3 Comments:

At 10:44 AM, Anonymous  said...

Que texto legal! Ah! E eu vi esse filme tb...ele chegou no Brasil sim! Eu tb gostei...

beijos

 
At 11:10 PM, Blogger 999 said...

Ah! Quero ver.

 
At 2:28 PM, Anonymous Regina said...

Sim, Larissa! existe vida depois da maternidade...vida dura, corrida, cansada, huahuahua!!!
Mas ninguém morre disso, só as fracas. E digo com propriedade: AINDA NÃO INVENTARAM NADA MELHOR DO Q FILHOS!!! Nunca perco a chance de dizer aos meus o quanto eu os amo. Amor é igual, aqui em SP ou no Missouri...
bjos, Re

 

Postar um comentário

<< Home