18 de junho de 2007

Segunda-feira é um dia estranho

Que eu canso rápido das coisas eu já sei. Que tudo o que eu já comecei a fazer na vida foi por esse motivo, também estou descobrindo. Que fazer uma mudança na vida exige coragem, é verdade. Mas para mim é também uma atitude de sobrevivência. E depois de tantas andanças e mudandas desesperadas aos poucos a vida melhorou, e foi ficando do jeito que eu queria. Mas quando você chega aonde quer, pode não fazer mais tanto sentido, e não exala mais o cheiro de perfeição que parecia ter, porque a satisfação acaba rápido, no mesmo tempo que começa a virar r-o-t-i-n-a. A rotina existe para ser destruída, sempre que possível, eu acho. A rotina mata aos poucos, mata inclusive a atividade cerebral, os estímulos de prazer, e torna a vida um tanto nublada.
Uma semana inteira no sertão foi uma semana cheia de novidades. Mas a viagem acabou e nós estamos todos aqui vivendo as mesmas vidas de antes da viagem. E eu, tão dura quanto antes. Se ao menos eu tivesse dinheiro, iria viajar mais, e assim viver mais e melhor.

2 Comments:

At 10:29 AM, Blogger Fernanda Tsuji said...

Ahhh eu penso isso todos os dias...todos os dias....todos os dias...

 
At 10:39 AM, Blogger Paulo Galvez said...

Acho que nem preciso dizer o que penso sobre a rotina. Pelo menos, por algum tempo, vou respirar o aroma da novidade. Até quando? (E vocë, acaba logo esse curso e cai fora pro lugar mais diferente.)

 

Postar um comentário

<< Home