17 de janeiro de 2007

Fingers Crossed

Recentemente aprendi uma maneira de levar meu estágio numa boa. Para não enlouquecer fazendo o que eu faço, há um segredo: todos os dias pensar que hoje seria o último dia aqui, fazendo isso. Só assim pra conseguir energia e bom humor, necessários pra ficar 8 horas sentada na frente de um computador e sem poder usar msn (saudades da Paula e da Priscila), e repetir 800 a 1000 vezes a mesma ladainha. Pois se for pensar que isso é pra sempre, não me movo. É mais ou menos como viver cada dia como se fosse o seu último. carpe diem. Porém, a vida, a sequência dos dias pode guardar muito mais segredos, surpresas e imprevistos do que esse trabalho. Espontaneidade e criatividade não fazem parte deste trabalho, surpresas e novidades fazem parte da vida, como por exemplo, o sushi de caju que comi ontem no Sapporo. Além do de banana com canela, e o de acelga no lugar da alga, é claro.
Portanto, hoje é meu "último" dia aqui. Anime-se, quem sabe nao é mesmo.

1 Comments:

At 7:51 PM, Blogger 999 said...

Tipo alcóolatra. hahaha
Fingers crossed for me too.

 

Postar um comentário

<< Home