27 de agosto de 2007

Bla

Já faz um tempinho que eu não sinto uma sensação forte, causada por algum acontecimento arrebatador, e que envolve um sentimento de orgulho, felicidade, torpor, daquele tipo que faz você esquecer de todos os problemas da vida, um natural high, melhor que qualquer droga, que se você morresse naquele instante, morreria feliz e orgulhosa de ter vindo para o mundo.

É, como eu disse, faz um tempo.

Queria que alguma coisa fizesse com que eu esquecesse de todos os probleminhas diários, todas as obrigações, todas as dependências, todas as influências, todas as falsidades, todas as coisas e pessoas que não valem a pena, enfim, que fizessem com que tudo isso parecesse um montinho de folhas esperando para serem varridas ali, no canto da sua vida.

Como eu queria...

Mas agora eu pensei que talvez seja a distância cada vez maior com que a adolescência vai ficando para trás, e vai tomando lugar um ser cada vez mais apático, que não sente mais esse tipo de coisa.

3 Comments:

At 11:42 AM, Blogger Fernanda Tsuji said...

Não vamos nos render a isso...é muito triste. É o fim, sabe? Curingas do mundo, uni-vos.

Mas enfim, sem panfletagem, tb estou cansada de tudo isso. Preciso mesmo de férias. Preciso mesmo parar de ser gentil com pessoas chatas, parar de ser chata com pessoas que gostam de mim, parar de pensar que preciso passar pela pedra no caminho da vida e entender que a vida é só o caminho...

quero ver neve.

 
At 5:24 PM, Blogger Paulo Galvez said...

Sabe o que é o pior? É que eu estou começando a achar que é isso mesmo. A adolescência é, naturalmente, uma época de descobertas e, consequentemente, fortes sensações. Mas depois a gente vai ficando mais "cansado" mesmo. Bem, pelo menos eu acho que qualquer tempo é tempo de maluquices. A diferença é que, ao longo dos anos, a disposição vai diminuindo. Mas não acaba, não. Acho.

 
At 2:01 PM, Anonymous Paula said...

É, pode ser... mas eu prefiro pensar q a ausência desse sentimento seja apenas uma fase... não podemos deixar q isso se perca, por mais difícil q possa ser manter...
Sem essas sensações fortes só sobra mesmo um adulto apático e chato, e isso eu sei q vc está bem longe de ser!!

Beijos!

 

Postar um comentário

<< Home