3 de setembro de 2007

Top 10

Na minha cabeça, julgo que filme bom é filme que te faz pensar, que consegue te tocar de uma maneira que você começa a achar que faz parte da vida dos personagens, e depois que você assiste fica pensando e pensando no filme por um bom tempo. E, claro, é o filme que você quer ver mais umas mil vezes na vida, sem se cansar, e ainda consegue dar risada sempre nas mesmas partes, ou mesmo chorar em todas as vezes, nas partes tristes.

Eis que, seguindo esses critérios, elaborei, e revisei, e a lista final dos 10 melhores filmes que já vi é a seguinte:

1. American Beauty (Dir:Sam Mendes)
Este filme literalmente me tirou o fôlego. Saí do cinema sem conseguir respirar. Em 1999. Meu clássico favorito.

Best Quote: "It was one of those days when it's a minute away from snowing and there's this electricity in the air, you can almost hear it. And this bag was, like, dancing with me. Like a little kid begging me to play with it. For fifteen minutes. And that's the day I knew there was this entire life behind things, and... this incredibly benevolent force, that wanted me to know there was no reason to be afraid, ever. Video's a poor excuse, I know. But it helps me remember... and I need to remember... Sometimes there's so much beauty in the world I feel like I can't take it, like my heart's going to cave in."


2. My Life Without Me (Dir:Isabel Coixet)
Ainda estou um tanto apaixonada por este filme. Chorei.


3. American History X (Dir:Tony Kaye)
The Vyneards, conflito, preconceito, amor. Foda!


4. Before Sunset (Dir:Richard Linklater)
Tão emocionante reencontrar o amor da sua vida 9 anos depois


5. Le fabouleux destin d'Amelie Poulain (Dir:Jean-Pierre Jeunet)
Diferente de tudo. Se bem que hoje é considerado popular. E quem gosta desse também gosta do 7 e do 9, é de praxe, mas...


6. Edukators! (Dir:Hans Weingartner)
É incrível ver como jovens do outro lado do mundo pensam como alguns de nós daqui)


7. Lost in Translation (Dir:Sophia Coppola)
Japão e introspecção. Minha cara.


8. Terra para Rose (Dir:Tetê Moraes)
Faz qualquer "orangotango" [como diz uma amiga minha] enxergar a realidade dos problemas brasileiros em relação à propriedade. Chorei.


9. Adeus, Lênin! (Dir:Wolfgang Becker)
Consegue achar humor no socialismo russo, de maneira muito terna


10. Cabra-Cega (Dir:Toni Venturi)
Leonardo Medeiros é o máximo nesse filme. O filme consegue falar de ditadura pela milésima vez, mas sem dar canseira.


Caberiam outros filmes nesta lista, muitos outros, mas no final estes são os que encaixam nos meus critérios. Ainda bem que a lista é grande!

Marcadores:

3 Comments:

At 2:52 PM, Blogger Rafael Olivares said...

Interessante. A Outra História Americana, Encontros e Desencontros e Beleza Americana eu também acho fodões.

Edukators a Adeus Lênin têm o mesmo ator, mas o filme dele que eu gosto mesmo é O Ultimato Bourne (ele só faz uma ponta).

Nunca vi o número 4, mas sou fã do Richard Linklater por Escola de Rock.

Amelie é Top 1 da minha senhora, então tá valendo.

Esses brasileiros eu também nunca vi.

Gostei da seleção. Eclética, sem querer ser Pimba.

 
At 8:57 PM, Blogger 999 said...

que trabalho!
fora os que eu não vi, gosto dos outros bastante.
mas não consigo organizar bem as minhas idéias pra poder fazer um top10 melhores filmes.
eu não vou parar com o blog. vou postar uma frase só hahaha.
mas eu cansei dos antigos.
vai no tim? eu já comprei.

 
At 11:53 AM, Anonymous Giselle said...

eu não sou muito boa de fazer listas. tipo o motivo porque todo mundo amou Alta FIdelidade e eu total "a-hã". mas 2, 5 e 7 são de praxe. adoro.

 

Postar um comentário

<< Home